HOME      SOBRE A SMAR      JUNTE-SE A NÓS      FALE CONOSCO      MAPA DO SITE

A SMAR fornece Plano Diretor de Automação (PDA), iniciando pelo correto entendimento das necessidades de automação dos processos, pela aplicação da tecnologia mais adequada e alocação apropriada de recursos e finalizando com a etapa de implantação e acompanhamento, considerando que qualquer projeto deve ser abordado sob ótica de um bom planejamento para garantir o sucesso dos investimentos.

O PDA tem como objetivo, atender as atividades de Automação Industrial Básica / Detalhamento e Consultoria Técnica, na área de automação industrial para Projetos Novos de Usinas de Açúcar e Álcool  e Plantas Existentes.

 

Conteúdo do Plano Diretor de Automação:

  • Emissão de documento de projeto, denominado critérios básicos de projeto, aplicando padrões, procedimentos, normas, conceitos e concepções técnicas;
  • Definição da Tecnologia Adotada;
  • Definição da Arquitetura do Sistema de Automação;
  • Descrição das malhas principais de controle e intertravamentos;
  • Estrutura de TAG;
  • Lista de Instrumentos por área;
  • Detalhes Típicos de Montagem (DTM´s);
  • Especificação Técnica dos Painéis de Controle;
  • Lista de I/O´s (Entradas e Saídas) dos PLC´s  por área;
  • Folha de dados (Datasheet´s);
  • Fluxogramas de processo e instrumentação (P&I);
  • Descritivo para aquisição do PLC´s  e Sistema Supervisório;
  • Descritivo para aquisição do Sistema de  Rede Industrial;
  • Descritivo para aquisição do Sistema  UPS (No-Break);
  • Descritivo para aquisição de Serviços;
  • Apoio à equipe de suprimentos;

 

Ganhos obtidos com o PDA:

  • Controle sobre todo processo;
  • Aumento da eficiência industrial;
  • Melhor qualidade do produto final;
  • Diminuição das perdas industriais e maior facilidade em descobrir as suas causas;
  • Elevação da observância aos padrões tecnológicos estabelecidos;
  • Elevação de nível técnico dos operadores;
  • Eliminação dos trabalhos de rotina que consomem tempo e atenção dos operadores , que podem assim dedicar mais tempo a otimização do processo;
  • Maior facilidade de manutenção, já que cada equipamento de processo possui um registro histórico de seu funcionamento e comportamento;
  • Possibilidade de estabelecer uma estratégia de operação para cada situação operacional da fábrica, sem que exista interferência entre as áreas;
  • Centralização da operação, que permite a tomada de decisões operacionais com maior certeza;
  • Maior quantidade de informações sobre o processo; Maior facilidade de operação;
  • Maior aproveitamento da capacidade instalada;
  • Estatística real e confiável dos dados de processo;
  • Disponibilidade de informação entre as áreas, facilitando a operação;- Possibilita a implantação de Sistema de Gestão Empresarial na indústria, permitindo a integração do processo industrial e da administração.

 

Estudo de Caso: