loading

Soluções para Indústrias

Cervejaria


O Brasil está entre os quatro maiores produtores de cerveja. A China lidera o ranking, em seguida vem os Estados Unidos e a Alemanha. A produção no Brasil vem se destacando e a cada ano há registros do seu crescimento. No ano de 2007, por exemplo, o consumo da bebida apresentou crescimento em relação ao ano anterior, totalizando 10,34 bilhões de litros.

O setor conta hoje com 60 cervejarias de pequeno e médio porte e emprega mais de 150 mil pessoas, entre postos diretos e indiretos, não pára de investir. Nos últimos cinco anos, as indústrias cervejeiras investiram mais de R$ 3 bilhões.

A SMAR, através do SYSTEM302 e de uma ampla linha de instrumentação, possui soluções que garantem a qualidade e a homogeneidade dos produtos.Uma solução única da SMAR é o sistema de medição e controle do Grau Plato através de seu transmissor de densidade e concentração, Série DT300 (4-20mA/HART, FF e Profibus).

Estes instrumentos medem o Grau Plato continuamente e em tempo real durante o processo de fermentação da cerveja, representando uma grande evolução em relação ao sistema convencional que se baseia em amostragem e análise de laboratório.

Fermentação é o processo pelo qual carboidratos fermentáveis são convertidos pelo fermento em álcool e outros sub-produtos. Vários fatores influenciam o processo de fermentação da cerveja, especialmente a composição do mosto e as condições de fermentação. A composição do mosto modifica a fermentação pela presença e concentração de vários nutrientes, pH, grau de aeração e temperatura.

Estes fatores podem afetar a taxa de fermentação, a extensão da fermentação, a quantidade de levedura produzida e a qualidade da cerveja. As condições de fermentação são influenciadas pelo tempo, temperatura do mosto, volume, design do tanque de fermentação, pressão, agitação e correntes no mosto.

Como se pode observar, o processo de fermentação da cerveja é bastante complexo, sendo influenciado por diversos fatores. Para se monitorar este processo usa-se o Grau Plato, que é uma unidade de concentração, que, por definição, é a porcentagem em massa de sacarose presente em uma solução. Portanto, conhecendo-se o Grau Plato é possível monitorar e controlar o processo de fermentação da cerveja.

O transmissor de densidade DT, projetado e patenteado pela SMAR, é o único transmissor de densidade no mercado que fornece o Grau Plato continuamente, em tempo real e com precisão de laboratório, durante todo o processo de fermentação. Este transmissor de densidade modelo sanitário é adequado para instalação em cervejarias, já que utiliza uma conexão sanitária tipo tri-clamp para acoplamento ao processo. O acabamento superficial de sua sonda segue as recomendações da norma 3A e seu formato foi especialmente projetado para permitir a limpeza CIP, sem a necessidade de retirar o equipamento do processo. Além disso sua instalação pode ser feita em tanques de fermentação já existentes, pois a SMAR desenvolveu um adaptador para receber o transmissor de densidade, que é instalado no tanque sem a necessidade de solda e, portanto, sem a necessidade de se refazer o polimento interno no tanque.

O DT indica o instante exato que o processo do término da fermentação e, portanto, o momento em que o tanque está pronto para ser refrigerado, dando início ao processo de maturação da cerveja. Esta característica permite a otimização do consumo de energia, reduzindo custos. Além disso, com a medição do Grau Plato em tempo real o operador sabe o estado atual do processo, permitindo uma reação imediata caso ocorra qualquer mudança indesejada no processo. Isto reduz erros e perdas comumente associadas à tomada de amostras.