Smar Fornece Transmissores para a maior planta de dessalinização do mundo

domingo, 15 de fevereiro de 2004



Em Ashkelon, no litoral Mediterrâneo no sul de Israel, está sendo construída a maior planta de dessalinização do mundo. Em novembro de 2001, a VID Desalination assinou contrato para o fornecimento de água ao Estado de Israel pelo período de 25 anos, conforme o conceito BOT, iniciais em inglês de Produzir-Operar-Transferir.

A unidade de dessalinização, que usará a tecnologia SWRO, Osmose de Reversão de Água Salgada, produzirá água potável de alta qualidade. A fábrica terá capacidade para 100 milhões de m3 por ano (330.000 m3 por dia), usando o método de mais alta tecnologia para economizar eletricidade, atualmente conhecido como Sistema de Recuperação de Energia ou ERS. A obra irá ocupar uma área de 70.000 m2, incluindo uma usina de energia independente para produção de eletricidade por ciclo integrado, com a capacidade perto de 80MW. A planta completa deverá entrar em funcionamento em 2004.

A Smar fornecerá para a IDE Technologies Ltda, de Tel Aviv, cerca de 300 transmissores modelos LD291, LD301 e TT301. A empresa foi selecionada como fornecedora preferencial para os projetos do Grupo VID, formado pela Vivendi-IDE e pela Tech-Dankner Ellern. A VID Desalination é propriedade da IDE Technologies (50%), Vivendi Water (25%) e Dankner Ellern Infrastructure (25%). A VID terá a incumbência de finanças, construção, operação e manutenção. Ao fim de 25 anos, a fábrica será transferida ao Governo de Israel. Ela compreende unidades de dessalinização por membrana, infra-estrutura auxiliar e periférica, um setor de bombeamento de água salgada, remoção de saturado, pré-tratamento de água bruta e tratamento de água produzida, edifícios, oficinas, um laboratório, estradas etc., além de uma instalação para a produção independente de eletricidade.

O projeto faz parte do Plano Mestre de Dessalinização de Israel, que visa minimizar os problemas crônicos de carência de água no país. O custo de produção será de US$ 0,53/m3, um dos mais baixos do mundo. A água potável produzida entrará no sistema nacional de água, de onde será distribuída. O acompanhamento do projeto foi feito por nosso principal representante em Israel, Technomad Company, com a participação especial do diretor Adi Yarkoni e do gerente, engenheiro Adriel Weinberg.