Smar lança nova CPU para a linha LC700: CPU-700E3

quarta-feira, 22 de dezembro de 2004



Priorizando a tecnologia em todos os setores, a Smar acaba de lançar o novo Módulo CPU, que traz diversas aplicações para o Controlador Híbrido LC700 de fabricação da própria multinacional. A CPU-700E3 vem suprir necessidades de configurações maiores, além de manipular uma edição on-line completa, possuir mais pontos de E/S discretos disponíveis e o usuário poder, ainda, otimizar a lista de variáveis de comunicação, possibilitando uma varredura mais rápida utilizando uma IHM (Interface Homem-Máquina).

A memória de programação (configuração) aumentou de 28K para 52Kbytes, permitindo aplicações com um aumento significante no número de Redes Ladder suportando Relés, Bobinas e Blocos Funcionais. O número de pontos de E/S discretos aumentou de 1024 para 2000. Pode-se fazer qualquer combinação entre pontos físicos e virtuais. Estratégias de controle mais complexas e maiores podem ser, agora, acomodadas nesta nova versão.

Outra característica é que os usuários podem alterar qualquer configuração do LC700 estando on-line e enviá-la ao equipamento sem interromper ou atrapalhar o controle atual. Esta característica traz uma enorme tranqüilidade para a partida da planta ou durante o processo de "debugging". A habilidade de Alteração da configuração on-line Edição on-line do LC700 é, de fato, ampla. O usuário pode adicionar ou remover redes lógicas e até mesmo Módulos de E/S. Um exemplo: dois novos loops de controle e intertravamentos podem ser inseridos à configuração sem causar danos aos outros já existentes.

O Configurador (CONF700 v8) mantém uma marca em cada alteração na Rede de Lógica Ladder e também na Tabela de Módulos de E/ S. Outra característica inovadora é a "recuperação instantânea", possibilitando, após uma edição on-line e desistência da alteração, a recuperação da configuração anterior através de um simples click de mouse no configurador.

Novas características foram somadas para melhorar a rede de comunicação. A CPU-700E3 trata requisições pendentes de todas as portas de comunicação (P1, P2 e P3) no mesmo ciclo de controle. Esta nova característica melhora o tempo de resposta, quando mais de uma porta está sendo utilizada. Outro desafio é a tecnologia “Modbus Cross Table” (MCT), permitindo o seqüenciamento das variáveis mais utilizadas para serem integradas nas transações com um sistema IHM. Deste modo, elas podem ser vistas como um simples grupo acessível e os drivers Modbus podem acessá-las usando menos comandos. A CPU-700E3R é a versão que suporta a operação no modo redundante. Tem as mesmas características da CPU-700E3, exceto a memória de configuração que é de 46Kbytes, ao invés de 52Kbytes.