Smar amplia laboratório de sensores

sexta-feira, 21 de outubro de 2005



Com a crescente expansão de sua linha de transmissores de pressão, a Smar ampliou o laboratório de sensores responsável pela elaboração de partes internas da célula capacitiva, o mais utilizado sensor de pressão em aplicações industriais. Para Geraldo Gullo, responsável pelo laboratório há 23 anos, "o desenvolvimento de tecnologia própria cria independência e solidez na implantação de soluções, possibilitando o progresso constante e garantia de qualidade dos sensores".

O Departamento de Desenvolvimento Mecânico, responsável pela operação do laboratório, possui técnicos com larga experiência na pesquisa e definição de materiais, uma tecnologia totalmente desenvolvida no Brasil. O cuidado na escolha dos materiais, sua pureza, tratamento e manuseio são objetos de anos de trabalho, incluindo parcerias com universidades no país e exterior. Os métodos e processos, assim como algumas máquinas, foram desenvolvidos pela Smar.

O sensor, que hoje atinge uma exatidão de 0,04% da faixa calibrada, faz parte de transmissores de pressão, nível, vazão e densidade, entre outras variáveis, que equipam atualmente os mais diversos tipos de indústria, distribuídos em mais de 75 países.