DT301 otimiza processo em mineradora na África do Sul

terça-feira, 23 de maio de 2006



Utilizado para medição de densidade de polpa de carvão na mineradora Optimum Colliery, localizada na Mpumalanga Province, na África do Sul, o transmissor inteligente de concentração e densidade DT301 está garantindo benefícios ao processo industrial da exploradora de carvão.

O equipamento foi vendido no final de 2005 pela representante da Smar na África do Sul, a KAB Instruments, sendo instalado e comissionado na planta de ciclone.

A integração do DT301 no sistema do cliente foi feito pela FASI Integrators que comparou seus resultados com um transmissor de densidade radioativo já instalado neste mesmo processo e com análises de laboratório. Após semanas de testes os resultados obtidos com a medição do Transmissor Smar se mostrou muito mais precisa do que a do equipamento radioativo, quando eram comparadas com as análises de laboratório.

O Sr. Jan Nortje, Diretor da FASI Integrators, resumiu assim sua impressão sobre o DT301 Smar: “este novo transmissor de densidade, amigável com o meio ambiente, se tornará definitivamente o futuro da medição precisa de densidade, em plantas de lavagem de minério de carvão”. Ele ressaltou ainda os seguintes benefícios do instrumento: rapidez na montagem e início de operação (instalação completa em apenas 4 horas, sem a necessidade de calibração), operação e manutenção mais seguras (sistema de medição sem isótopos nucleares), leitura com três casas decimais no display do instrumento, muito robusto (IP 65 com carcaça e sonda em AISI316).

Após a finalização dos testes a mineradora Optimum Colliery já adquiriu mais três transmissores de densidade Smar, como resultado dos benefícios conseguidos e de sua satisfação com esta nova tecnologia.

“Nós da Smar ficamos muito satisfeitos em verificar que o mesmo sucesso que temos tido com o DT301 nas mineradoras do Brasil está se espalhando por outras partes do mundo. Esta tecnologia limpa para medição de densidade em polpa de minério é sem dúvida a melhor alternativa para substituição de equipamentos radioativos” explica o gerente de negócios Evaristo Orellana Alves, da Smar.