Profibus: Por dentro da mudança de endereços das estações – Change Station Address

quinta-feira, 29 de junho de 2006



César Cassiolato - Gerente de Produtos
Smar Equipamentos Industriais Ltda.

 

Introdução

Uma característica muito útil disponibilizada pelo protocolo Profibus é a mudança de endereços via ferramentas de configuração; o conhecido comando Change Station Address.
A grande vantagem desta funcionalidade é permitir a mudança de endereço sem ter que ir até o equipamento.

Veremos a seguir alguns detalhes sobre esta funcionalidade.

 

Como identificar se um equipamento disponibiliza o Change Station Address?

Isto é muito fácil. O arquivo GSD(Device Data Base File) é o arquivo usado para a integração de um dispositivo em um sistema Profibus, é como se fosse um datasheet eletrônico do equipamento que trás detalhes de revisão de hardware e software, bus timing do equipamento, informações sobre a troca de dados cíclicos e também se o equipamento possui ou não o comando de mudança de endereço via comunicação:

Set_Slave_Add_supp =  1

            Através desta key(palavra chave) no arquivo GSD o mestre classe 2 (responsável pelos serviços acíclicos) poderá através do serviço DDLM_SET_SALVE_ADD efetuar a mudança de endereço do dispositivo.

 

Entendendo como funciona o comando Change Station Address

Um mestre classe 2 pode mudar o endereço de uma estação durante o estado “Power on” pelo byte DSAP = 0x37 no telegrama abaixo. Este serviço não estará disponível se o dispositivo tiver a mudança de endereço via DIP switch:

Change Station Address

SD

LE

LEr

SD

DA

SA

FC

DSAP

SSAP

DU

FCS

ED

0x68

09

09

0x68

8x

8x

x

0x37

0x3e

x...

X

0x16

 

Estrutura do campo DU:

Octeto 1
0

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Novo endereço

Octeto
2
0

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ident Number High byte

Octeto
3
0

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ident Number Low byte

Octeto
4
0

 

 

 

 

 

 

 

 

00 = permite mudanças de endereço posteriores
01 = não permite mudanças de endereço posteriores

Via este telegrama o mestre enviará o novo endreço, conhecendo o seu identifier number(número de identificação conseguido no processo de registro do equipamento no Profibus International) e ainda poderá ou não indicar ao equipamento se ele deverá ou não aceitar mudanças de endereço posteriores.

 

Conclusão

Vimos através deste artigo a importância do comando Change Station Address na tecnologia Profibus e suas particularidades.

 

Referências:

  • Manuais Smar Profibus
  • www.smar.com.br