Usina Itapagipe: parceira desde a inauguração

terça-feira, 15 de agosto de 2006



Algumas das empresas que adotam o modelo da simplicidade contam com vantagens em relação aos concorrentes. Desta forma, um grupo de investidores, liderados pela Usina Moema, inaugurou em maio outra unidade produtora, a Usina Itapagipe, situada no município de mesmo nome, na região oeste do estado de Minas Gerais.



Paulo Ribeiro, da Smar, Roberto e Lázaro de Souza, Usina Moema, e Mauro Sponchiado, Smar

Com a capacidade inicial de esmagamento de cerca de 800 mil toneladas de cana, definiu-se, estrategicamente, nesta primeira fase, pela produção única de álcool carburante hidratado. Nas fases subseqüentes, será agregada uma fábrica de açúcar, da ordem de 10 mil sacos de açúcar VHP, buscando o objetivo final de se processar cerca de 3 milhões de toneladas de cana por safra. A nova usina escolheu a Smar para fornecer toda o seu sistema de automação. “Com mais este fornecimento, sentimo-nos participantes do crescimento do setor sucroalcooleiro brasileiro”, afirma Jayme Tamaki Júnior, gerente de negócios em Açúcar e Álcool.

“Definimos que iríamos iniciar a moagem em fase de testes com 500 toneladas/dia, para realizarmos os ajustes e teste finais somente para atender a capacidade do decantador, mas o que ocorreu foi que a partida dos equipamentos se deu de maneira tão boa que, já no segundo dia, moemos 1.200 toneladas e até hoje não houve necessidade de paradas”, comemora o engenheiro Paulo Henrique Trazzi, um dos responsáveis pela engenharida da Usina Itapagipe.

A parceria com o Grupo foi iniciada com a própria Usina Moema em todas as suas etapas de crescimento, seguida da inauguração em 2005 da Usina Vertente e, agora, consolidando-se com o início das atividades da Usina Itapagipe. “Boas idéias ficam melhores e mais rentáveis quando aliadas a uma boa estratégia”, afirma Lázaro Laureano Souza, diretor superintendente da Usina Moema.