UNESP de Guaratinguetá incrementa curso com planta didática

sexta-feira, 12 de janeiro de 2007




Wilton Leite, da Smar, e José Gilberto de Arruda (ambos à esquerda) com equipe da UNESP em visita à feira da ISA

O Colégio Técnico Industrial do campus da UNESP de Guaratinguetá, SP, vem direcionando alguns de seus cursos para a área de automação industrial e, para isso, buscou melhorias para facilitar o aprendizado de seus alunos.

Uma das aquisições mais recentes foi uma Planta Piloto Instrucional FOUNDATION fieldbusTM desenvolvida pela Smar Equipamentos Industriais, empresa de Sertãozinho que desenvolve tecnologia de ponta para o setor industrial há mais de 30 anos.

“Após muitas pesquisas, observamos que a planta didática da Smar é uma miniatura fiel de uma planta real e queremos que nossos alunos estejam o mais próximo possível da realidade, por isso, podemos dizer que escolhemos a dedo este equipamento”, explica o professor José Gilberto de Arruda, coordenador do curso de informática industrial.

Em média, 120 alunos dos cursos de Eletrônica, Mecânica, Informática Industrial e Eletroeletrônica utilizarão a planta todos os anos. O equipamento consegue demonstrar didaticamente a operação de diversas malhas de controle utilizando as mesmas ferramentas de configuração em software desenvolvidas para aplicação em controle industrial.

No município de Guaratinguetá, a aquisição tem um valor especial, já que a região do Vale do Paraíba possui uma grande concentração de empresas que necessitam de técnicos na área industrial, como Cebrace, Basf, Petrobrás, entre outras.