Smar e Profibus: sucesso garantido em plantas de biocombustíveis e bioenergia

terça-feira, 3 de junho de 2008



Aplicação do System302-7 no setor

Novos projetos como a Tropical Bioenergia SA, onde se tem aproximadamente 1000 nós em Profibus distribuídos em 15 controladores Smar da linha DFI302 DF73 com o System302-7, um sistema digital de controle híbrido e de arquitetura descentralizada, possibilita que na segunda fase de implementação do empreendimento, esta unidade de produção duplique de tamanho.

Nestes projetos, toda a integração dos softwares se faz por meio do Studio, um componente do System302-7 que permite o gerenciamento de todos os softwares necessários ao projeto, tornando a interface com o usuário amigável. O System302-7 é um sistema de automação aberto com possibilidade de diagnósticos, maior tolerância a falhas, blocos de funções, FFBs (Blocos Flexíveis), conectividade OPC e com diversos protocolos, e uma série de outras características que o tornam um sistema de controle completo e não um simples barramento de comunicação com integrações proprietárias.

O sistema de automação utiliza tecnologias abertas que se integram perfeitamente ao hardware, ao mesmo tempo em que dá liberdade para conectar-se com software e hardware de outros fabricantes. Os usuários têm a liberdade para escolher os componentes e até mesmo construir o seu próprio sistema. Em termos de excelência operacional, o setor sucroalcooleiro não é diferente de qualquer outro segmento e vem sofrendo constantes pressões para alcançar essa excelência, objetivando garantir sua competitividade.

Outro ponto a ser observado são as atualizações tecnológicas de unidades existentes, como a Usina Zanin em Araraquara-SP, que substituiu turbinas a vapor por motores elétricos com protocolo Profibus DP, ou a unidade Vale do Paranaíba em Minas Gerais, que realiza um up-grade do sistema de extração de caldo por difusão e da destilaria também com esta tecnologia.

Juntas, estas unidades chegarão a processar anualmente 15 milhões de toneladas de cana durante um período de 8 meses, num custo de produção competitivo, pois utilizam pouca mão-de-obra e fornecem produtos de qualidade desejável ao mercado externo.

O mercado

A principal característica da matriz energética brasileira reside na elevada percentagem de energia renovável, sendo que, um quarto da energia primária provém de biomassas exploradas comercialmente, caracterizando situação diferenciada e única no mundo quando comparada às outras fontes de energia.

Na matriz de fontes e usos do Brasil coexistem distintas cadeias bioenergéticas como a do etanol de cana de açúcar. É notório o papel de destaque que o Brasil poderá representar no contexto energético mundial, quer seja alterando fortemente sua matriz energética para um perfil altamente renovável, e ainda, suprindo importantes mercados externos, demandantes por biocombustíveis. Este destaque tem chamado a atenção do mundo todo, sobretudo nos contextos recentes decustos elevados das energias fósseis convencionais.