SMAR presente em evento internacional de biocombustíveis

terça-feira, 18 de novembro de 2008



Para apresentar suas soluções tecnológicas ao mercado de energias renováveis, a SMAR participa da 1ª Exposição Internacional sobre Biocombustíveis, evento paralelo à 1ª Conferência Internacional sobre Biocombustíveis. Ambos acontecem de 17 a 21 de novembro no Hotel Hyatt, em São Paulo.

Com o objetivo de firmar liderança na produção e desenvolvimento de combustíveis renováveis, divulgar os biocombustíveis brasileiros, estimular a cadeia produtiva e buscar apoio das autoridades internacionais, os eventos, realizados pelo governo federal, Ministério das Relações Exteriores e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimento (Apex-Brasil), contarão com a presença de empresários e ministros de diversos países.

Durante o evento será divulgado o SYSTEM302-7, nova versão do já consagrado sistema de automação da SMAR, reconhecido por apresentar vantagens como facilidade de diagnóstico e configuração remota, além de recursos como a integração de um grande número de equipamentos e fornecedores em um padrão aberto e interoperável, entre outros destaques.

Segundo o gerente de sistemas Leandro Torres, este evento abre as portas para empresas que atendem o setor. “A feira vem de encontro com o momento em que o mundo desperta para a importância do uso da energia limpa. Além disso, é uma ótima oportunidade para a SMAR mostrar seus produtos ao segmento e estreitar os contatos com clientes”, ressalta.

O know-how do Brasil na criação da tecnologia e desenvolvimento dos biocombustíveis, principalmente por cana-de-açúcar, será o ponto-chave dos eventos e, para o gerente operacional da SMAR, Francisco de Carvalho Ferreira Neto, o país está no caminho certo. “Explorar, com o apoio de órgãos governamentais, a marca Brasil, um país em que 90% dos automóveis produzidos já usam a tecnologia flex fuel, tem um peso muito grande. Todo esse conhecimento acumulado resulta no respeito que outros países têm pelo Brasil como fornecedor dessa tecnologia”, afirma.