César Cassiolato, Diretor da SMAR é audidato no Centro de Competência em Profibus(CPP)

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009



O Centro de Competência em Profibus, instalado no Brasil no final de 2007 no Laboratório de Automação Industrial - EESC - USP - São Carlos-SP, é representado pelos especialistas César Cassiolato, Presidente da Associação Profibus América Latina e Diretor da Smar e pelo Prof. Dr. Dennis Brandão da EESC-USP. Durante os dia 05 e 06 de fevereiro, um dos maiores especialistas em nível mundial da tecnologia Profibus, Andy Verwer, auditou os especialistas brasileiros com a aprovação para que o Centro de Competência da EESC possa oficialmente atuar como Centro de Competência(CPP) e também como Centro de Treinamento Profibus(CTP).Estes são os primeiros Centros da Tecnologia Profibus da América Latina.


Acreditação dos Centros de Competência e Treinamento da USP-São Carlos

Segundo Andy Verwer o CPP em São Carlos possui uma excelente infra-estrutura técnica e conta com dois especialistas de alto nível na tecnologia Profibus.

Com esta acreditação a Associação Profibus Brasil América Latina inicia um trabalho de profisssionalização. "O mercado brasileiro tem apresentado um crescimento significativo em termos de aplicações em Profibus e já merecia um Centro Oficial de Competência e Treinamento em Profibus, onde agora podemos certificar profissionais e garantir a qualidade dos serviços prestados na indústria.”,comenta Cassiolato.

O CCP, Centro de Competência em Profibus, está oficialmente instalado no Departamento de Engenharia Elétrica da EESC-USP, em um acordo com a FIPAI (Fundação para o Incremento da Pesquisa e do Aperfeiçoamento Industrial) e a Associação Profibus.

“O Centro de Competência Profibus em cooperação com a FIPAI e sua acreditação cria condições para que se combine toda a competência das empresas associadas com o conhecimento científico da academia. O resultado esperado desta cooperação é o desenvolvimento de tecnologia nacional e a formação de mão de obra qualificada para o mercado latino americano de automação industrial”, completa Dennis Brandão, do Departamento de Engenharia Elétrica da Escola de Engenharia de São Carlos/USP, e Coordenador do Convênio na Universidade.

Hoje, são mais de 35 CPPs em todo mundo. Os CPPs são centros técnicos que trabalham juntamente com as chamadas Associações Regionais Profibus, onde o Know-How dos mesmos são garantidos pelo acordo chamado de “Quality Services” e pelos relatórios que devem ser emitidos pelos CPPs ao Profibus International.
Dentre os mais diversos objetivos do CCP e do CTP, podemos destacar:

  • Divulgar a tecnologia PROFIBUS;
  • Formar mão-de-obra especializada e certificada;
  • Manter em operação um sistema PROFIBUS completo compreendendo os equipamentos de todos os associados, com finalidade de demonstrações e testes;
  • Prestar serviços técnicos de validação, certificação e afins;
  • Manter um acervo de documentação atualizada da área;
  • Atuar de forma colaborativa e complementar com a Associação PROFIBUS América Latina (RPA);
  • Desenvolver projetos de pesquisa na área;
  • Prestar serviços de assessoria técnica;
  • Promover a disseminação da tecnologia Profibus para a comunidade latino americana além de apoiar ações de ensino e pesquisa no âmbito acadêmico dentro da EESC-USP;
  • Ser um Show room da tecnologia, mantendo em demonstração produtos Profibus de diferentes empresas.

Segundo ainda César Cassiolato, "O Centro de Competência em Profibus é um marco na história do Profibus na América Latina. Temos no Brasil um dos maiores parques instalados com a tecnologia Profibus e, agora, usuários, fabricantes, associados, estudantes e a Escola de Enhenharia de São Carlos poderão contar com um centro especializadona tecnologia Profibus,  em serviços de treinamento, certificações de profissionais e muito mais.É estratégico para todas as áreas da automação industrial, e porque não dizer para o Brasil, pois, além das funções destacadas anteriormente, o CPP será o agente facilitador de novidades tecnológicas, integrado às atividades dos Grupos de Trabalho do Profibus Internacional, e, sobretudo  um passo seguro para a profissionalização da Associação, meta estabelecida quando fundamos em 1999 a entidade.”

César Cassiolato e Dennis Brandão são engenheiros certificados pela Profibus como Certified PROFIBUS Installer e Certified Profibus Engineer.