DF79 traz inovação e tecnologia DeviceNet à família de controladores Smar

terça-feira, 19 de maio de 2009




Focada em intensas pesquisas para abastecer o mercado com novas tecnologias de automação, a Smar inova mais uma vez e acaba de lançar o DF79 – Controlador HSE/ DeviceNet.


Por ser um controlador da família DFI302 – Plataforma de Controle e Automação de Processos, o DF79 é a solução DeviceNet da Smar dentro do SYSTEM302.

Este produto é basicamente um controlador mestre DeviceNet, que faz o scan de uma rede com tecnologia DeviceNet de até 63 devices, e um controlador HSE, que permite a troca de dados com qualquer outro controlador neste padrão.

O DF79 da Smar é a primeira solução DeviceNet que utiliza o HSE como backbone de controle. Sua principal característica é ser um gateway DeviceNet-HSE, fornecendo maior poder de conectividade e flexibilidade de aplicação.

Renato Fernandes, Engenheiro Eletricista da Smar, explica que este produto permite uma ampla comunicação entre os dispositivos de campo do tipo DeviceNet. “O grande diferencial do DF79 está exatamente em ser um controlador HSE/DeviceNet.

Assim, o produto pode fazer o controle centralizado ou distribuído”, exemplifica.

O novo controlador da Smar pode ser implantado em todos os segmentos de controle e automação que possuem controle discreto ou analógico. Segundo Renato, a previsão da Smar é aumentar em 10% o faturamento em 2009 nas vendas de controladores com a solução DeviceNet. “O DF79 acaba de ser apresentado ao mercado. É um produto de qualidade com tecnologia de ponta que melhorará, de maneira significativa, o mercado de controladores”, finaliza.

» Acesse a página do produto para maiores informações.


Benefícios apresentados com a utilização do controlador DF79 em uma planta:

  • Redução de fiação e custos de instalação;
  • Redução do tempo de “Startup”;
  • Redução do tempo da planta parada;
  • Rápida localização e solução de problemas;
  • Substituição ou adição de equipamentos sem desenergizar a rede;
  • Intercambiabilidade de equipamentos de diferentes fabricantes;
  • Comunicação eficiente, protocolo robusto e compacto;
  • Fornece maior flexibilidade no projeto de estratégias de controle através de cartões de E/S e dispositivos DeviceNet;
  • É possível executar controle discreto via lógica de blocos funcionais e de diagrama de relés (Ladder), permitindo um sistema único e integrado;
  • Também pode agir como gateway modbus, permitindo a interligação de módulos que não sejam do tipo DeviceNet ou HSE;