Caldeira da Usina São Francisco é automatizada pela SMAR

segunda-feira, 1 de março de 2010



A SMAR e a Usina São Francisco, de Sertãozinho, SP, acabam de fechar mais um negócio. Desta vez a SMAR está automatizando uma Caldeira de 67 kgf/cm², fornecendo equipamentos, painéis, serviços de engenharia e também tecnologias de rede para automação, como PROFIBUS DP, PROFIBUS PA e ASi.

Com previsão para entrar em funcionamento em abril deste ano, o projeto conta com equipamentos de campo da SMAR (transmissores de pressão e nível, LD303, e posicionadores de válvula, FY303) que utilizam tecnologias PROFIBUS PA.

Esta automação possibilitará que todo o processo produtivo da caldeira seja realizado por um operador por meio de um computador, simplificando os trabalhos de controle. A tecnologia empregada também proporcionará otimização e melhor rendimento em todo o processo.

Parceira da São Francisco há anos, a SMAR já forneceu equipamentos de campo para outras áreas da usina. “Este projeto que estamos trabalhando atualmente confirma o quanto os equipamentos da SMAR são confiáveis e robustos para o controle de caldeiras de alta pressão, além de outros diversos processos industriais. Comprova ainda o domínio que a SMAR possui para trabalhar com tecnologias PROFIBUS DP, PROFIBUS PA e ASi”, comenta o Engenheiro de Aplicações da SMAR, Dérek Stesse.

 


Caldeira automatizada pela SMAR