Questões relacionadas à inclusão social no mercado de trabalho são debatidas em encontro do Projeto Cidadão do Futuro

sexta-feira, 11 de junho de 2010



Com o tema “Inclusão da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho”, o encontro do Projeto Cidadão do Futuro, realizado nos dias 8 e 9 de junho, no CTS – Centro de Treinamento Smar, levou aos alunos alguns esclarecimentos sobre o assunto.

Representando o CAPE – Centro Avançado de Pedagogia Empresarial, José Carlos Paixão apresentou o trabalho desenvolvido pelo Centro, que busca a diversidade da pessoa deficiente no campo profissional, levantando no mercado de trabalho a importância da educação corporativa.

Segundo o Pedagogo Empresarial, é importante que os jovens cidadãos tenham este conhecimento. “Mostrei aos participantes os conceitos de cada deficiência e suas limitações e como devemos nos referir, na sociedade, a um deficiente. Além disso, devemos buscar sempre um ambiente de trabalho acolhedor”, reforça Paixão.

Projeto Cidadão do Futuro

 

Na ocasião, uma história de superação também foi contada. Antônio Eduardo Borges, Administrador de Empresas e que trabalha no Departamento de Marketing da TGM, passou um pouco da sua experiência de vida aos adolescentes.

Deficiente físico devido a uma má formação do feto, Eduardo contou como superou todas as dificuldades e preconceitos, conseguindo levar uma vida como a de todas as outras pessoas. “Além de mostrar aos alunos a minha história de vida, mostrei também um pouco do Grupo TGM, empresa em que trabalho, e também passei alguns vídeos motivacionais. Minhas limitações não me impediram de estudar, dirigir, namorar. Dificuldades todos têm e temos que vencê-las sempre”, completa.

 


 

Projeto Cidadão do Futuro

O Projeto Cidadão do Futuro é uma parceria entre a Smar e o SESI (Sertãozinho). Destinado a jovens cidadãos de 14 a 16 anos, que já estão inscritos no Programa Atleta do Futuro do SESI, o programa oferece formação social e orientação vocacional aos participantes.