SMAR lidera Grupo de Certificação e Verificação de Redes PROFIBUS na Associação PROFIBUS

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011



 

César Cassiolato, Diretor de Marketing, Qualidade e Assistência Técnica da SMAR e Engenheiro certificado em Tecnologia e Instalações PROFIBUS pela Universidade Metropolitan de Manchester, UK, é o responsável pelo Grupo de Certificação e Verificação de Redes PROFIBUS na Associação Profibus Brasil América Latina.

Além de ser um dos especialistas mundiais na tecnologia PROFIBUS, Cassiolato é um dos responsáveis pela fundação e história do Profibus na América Latina, estando na diretoria da Associação por vários anos e sendo um dos diretores técnicos do primeiro Centro de Competência em PROFIBUS da América Latina.

A ideia deste Grupo é esclarecer ao mercado as atividades de verificação e certificação de redes PROFIBUS. Além disso, o Grupo será responsável pela definição de alguns documentos que servirão de orientação básica para estes processos.

Segundo Cassiolato, algumas empresas do mercado estão ofertando e executando serviços de verificação de rede e não de certificação. “Verificação é o processo em que se verifica a rede lógica e fisicamente. É um processo de diagnóstico e que mostra como estão as redes PROFIBUS e as instalações. Algo pontual em alguns casos. Já na certificação, um profissional, preferencialmente certificado pela PROFIBUS, avalia o projeto PROFIBUS, faz o processo de verificação, identifica pontos de correções e melhorias tanto na parte elétrica quanto mecânica. Após a correção destes pontos identificados, repete-se o processo de verificação, e uma vez que tudo está correto, certifica-se que a rede e instalações estão dentro dos padrões naquela data. Nesta análise pode-se incluir as condições mínimas de configuração de equipamentos”.

É possível seguir uma análise, envolvendo várias etapas:

  1. Inspeção e análise física: são feitas verificações para garantir que a instalação, elétrica e mecânica, está de acordo com o projeto e com as normas, com os padrões e documentações específicas. Esta inspeção leva em conta itens como comprimento máximo de cada segmento, número máximo de dispositivos por segmento, aterramento e shield da rede, terminações, repetidores, conectores, caixas de distribuições, OLMs, qualidade e integridade do cabo, EMI, temperatura, FISCO, classificação de áreas, etc.;
     
  2. Análise da comunicação: utilizando ferramentas específicas, verifica-se o desempenho da comunicação PROFIBUS DP e PA.  É verificada a troca de mensagens entre os dispositivos da rede, analisando-se a integridade dos frames, diagnósticos, parametrizações mínimas, etc.;
     
  3. Análise de sinal: são analisados os itens referentes à qualidade do sinal da rede PROFIBUS DP e PA utilizando ferramentas específicas e/ou osciloscópio.

 

Cassiolato acrescenta que como o PROFIBUS é uma tecnologia consolidada em milhares de aplicações em todo o mundo, é essencial que os projetos de sistemas de automação que utilizam esta tecnologia contem com profissionais altamente capacitados e reconhecidos para garantir o sucesso do empreendimento.

No caso da SMAR, ela possui a maior equipe do Brasil capacitada para análise de redes digitais de automação, configuração, comissionamento, startup e instalações. São milhares de pontos PROFIBUS certificados e verificados pela empresa em várias aplicações e nos mais diversos segmentos industriais, garantindo, além da conformidade com os padrões, mais vantagens como:

  • aumento do desempenho e confiabilidade da rede;
  • redução no tempo de comissionamento, startups e paradas;
  • atuação preventiva e preditiva nas possíveis falhas em instalações e sinais de comunicação;
  • aumento da segurança operacional com as melhorias sugeridas;
  • elevação da performance operacional e redução dos custos globais de operação e manutenção, entre outros.

 

Com a SMAR, o cliente tem acesso a relatórios detalhados das informações e análises técnicas, mostrando os pontos em desacordo com os padrões, as correções necessárias e as sugestões de melhorias. A empresa preza também pela excelência, pois os projetos são executados de acordo com os padrões e especificações definidos pelo PROFIBUS International, em prazos e custos menores e com uma garantia de sucesso facilitada.

O Diretor da SMAR ainda explica que é fundamental que a verificação e certificação de redes sejam feitas por profissionais capacitados. “Este processo deve ser criterioso, documentado e rico em informações que permitam a sua constante melhoria”.

O sucesso de um projeto PROFIBUS está intimamente ligado às condições de suas instalações. Por isso, a SMAR prioriza o excelente trabalho desde as etapas de projetos, especificações e aquisições de materiais, montagem e condições físicas, sempre para atender aos mais exigentes requisitos de qualidade.         

 

Fonte: Mensagem Marketing e Comunicação