SMAR oferece ao mercado transmissor de pressão econômico capacitivo

terça-feira, 25 de outubro de 2011



Projetado para medições de pressão manométrica de líquidos, gases e vapores, o LD1.0, transmissor de pressão econômico capacitivo da SMAR, foi desenvolvido para ser aplicado na medição e controle de processos industriais, sistemas hidráulicos e pneumáticos, bombas e compressores, máquinas e ferramentas de usinagem, plantas de produção de polietileno, entre outras.

Sendo um transmissor de baixo custo, o LD1.0 é o único da categoria no mercado a utilizar a tecnologia da célula capacitiva como sensor de pressão, fazendo a leitura de pressão de forma completamente digital. “Por ser um sensor de alta confiabilidade e robustez é utilizado em mais de 80% das medições de pressão de alto desempenho em todo o mundo, pois proporciona excelente precisão, repetibilidade e linearidade para a medição”, explica Evaristo Orellana Alves, Gerente de Produto da SMAR.

Segundo o Gerente, as características de projeto e produção do Transmissor de Pressão LD1.0 proporcionam resistência a vibração, choque, grandes variações de temperatura, imunidade a interferência eletromagnética e outras condições ambientais extremas que são típicas de aplicações industriais. “O alto desempenho e confiabilidade deste transmissor, além de longa durabilidade, é assegurado pela utilização de materiais nobres como o 17-4PH e o AISI 316L no invólucro soldado à célula de medição, o que elimina a necessidade de selagem com o’ring que pode deteriorar-se com o tempo”, explica.

Ainda segundo Evaristo, a opção da utilização do Hastelloy C276 em todas as partes molhadas proporciona a utilização deste transmissor em muitos processos que contenham sais e ácidos corrosivos. “O modelo com a conexão ao processo selada propicia a utilização do LD1.0 em processos incrustantes e com sólidos em suspensão”, conclui.

Conheça algumas características do LD1.0:

  • Oferece várias faixas de medição de pressão até 150 bar com uma exatidão de   ± 0,2% do F.E., conexão elétrica DIN 43650 com alimentação de 24 Vdc a 2 fios(sem polaridade) e protetor de transiente embutido, sem custo adicional. Várias opções de conexão ao processo são disponíveis;
  • O sinal de saída deste transmissor é uma corrente de 4 a 20 mA conforme a norma NAMUR NE43, que fornece o diagnóstico de corrente de falha e de saturação;
  • Utiliza o protocolo HART V5 com recursos EDDL para comunicação remota que pode ser usado para configuração e monitoração das variáveis. Desta forma através de um configurador HART, como o HPC 401 Plus e o CONF 401 da SMAR, ou ferramentas FDT/DTM pode-se: configurar a unidade de medição, alterar os limites de medição (4 – 20 mA), fazer o ajuste de zero e span com e sem referência, simular a corrente de saída, ajustar o damping, fazer a monitoração de até quatro variáveis HART como, por exemplo, PV, PV%, Temperatura, Saída de Corrente, etc.;
  • Possui ajuste local, sendo possível fazer a calibração de zero e span, com pressão aplicada, utilizando-se uma chave magnética com atuação em um sensor Hall.