Evaporação e Flotação de Xarope

 

  • Nível da Caixa de Caldo Clarificado
  • Temperatura do Caldo
  • Nível dos Pré-Evaporadores
  • Brix do Caldo Pré-Evaporado
  • Divisão do Caldo para Vários Pré-Evaporadores
  • Nível das Caixas da Evaporação dos Múltiplos Efeitos
  • Vazão de Caldo para as Caixas de Evaporação
  • Brix do Xarope
  • Vácuo do Último Efeito da Evaporação
  • Retirada dos Gases Incondensáveis do 3 e 4o Efeitos
  • Nível das Caixas de Condensado
  • Comando e Intertravamento de Motores
  • Temperatura do Caldo Clarificado
  • Temperatura do Corpo das Caixas de Evaporação
  • Temperatura da Calandra das Caixas de Evaporação
  • Temperatura da Água Fria na Entrada do Multijato
  • Temperatura da Água Quente na Saída do Multijato
  • Pressão do Corpo das Caixas de Evaporação
  • Pressão do Vapor de Escape
  • Pressão do Vapor Vegetal
  • Condutividade do Condensado
   
O correto controle da evaporação do caldo é essencial para a manutenção de um rendimento energético elevado no processo de produção de açúcar e álcool. Manter as caixas de evaporação com uma elevada taxa de troca térmica e obter um xarope de densidade adequada são algumas das condições mais facilmente alcançadas pelo uso dos Sistemas de Automatização da SMAR. Esses sistemas são totalmente aplicáveis, mesmo quando há grande variação na capacidade individual das caixas, múltiplos pré-evaporadores ou diversidade de concepções construtivas entre as unidades existentes.
 
 
  • Vazão de Xarope
  • Temperatura do Xarope
  • pH do Xarope
  • Controle de Nível da Caixa de Xarope
  • Dosagem de Ácido Fosfórico
  • Dosagem de Polímero
  • Dosagem de Descolorante
  • Nível do Aerador do Flotador
  • Comando e Intertravamento de Motores
 
 
O medidor de concentração e densidade DT301-Touché da SMAR tem sido apontado como a melhor opção na medição do Brix do xarope disponível no mercado. Prova disso é a aceitação do produto pelas usinas, sendo que, em alguns casos, utilizam o DT301 desde a medição do caldo pré-evaporado, entre efeitos e na saída do último efeito da evaporação. A excelente performance do produto permite ainda que manobras para limpeza dos efeitos sejam planejadas de maneira preventiva.
 
Aqui, também, os Sistemas SMAR atuam em todas as variáveis do processo, desde a correção de pH, aquecimento, decantação, filtragem e flotação do caldo.